Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lopes Baptista Morais

Lopes Baptista Morais

O ABRIL DO ANTÓNIO

       Depois de desejar paz para todos, António sintiu-se triste não só por não possuir ovos numa terra onde as galinhas abundam,sua tristeza deveu-se também pelo facto de ter perdido neste  mês (passado um ano) um amigo escritor e professor ...

     Mariquinha atenciosa como sempre questiona:

  - O que tens agora?São ainda os ventos dos ganhos da paz?

     António responde:

     Com Ele aprendi sociologia do consumo,analisei os problemas sociais de Angola e hoje recordo -o com dor , era um  digno filho da terra do bago vermelho.

     Recordo ainda que amanhã me sentirei VELHO,será o dia da JUVENTUDE angolana e mais uma vez não serei chamado para a ceremónia .

     Mas religiosamente acretitarei no futuro e UM DIA será O MEU DIA podes crer Mariquinha.